Wellington Macedo chora em depoimento e diz ter dado “graças a Deus” a bomba não ter explodido.

 Wellington Macedo chora em depoimento e diz ter dado “graças a Deus” a bomba não ter explodido.
Digiqole ad

O jornalista Evandro Éboli divulgou trechos do depoimento do jornalista cearense, Wellington Macedo, que prestou  depoimento à Justiça por videoconferência sobre sua participação no plano de George Washington de Oliveira Sousa e Alan Diego Rodrigues dos Santos por tentarem explodir um caminhão com combustível próximo ao Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek, em Brasília.

Macedo chegou a trabalhar no Ministério da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos, comandado pela então ministra, e atual senadora, Damares Alves (Republicanos-DF).

Wellington Macedo continua foragido e prestou depoimento por vídeo conferência, chorando, ele diz ter dado “graças a Deus” aquela bomba não ter explodido. Ele diz também no vídeo que pensou em ligar para a polícia, mas teve medo de ter sua ligação identificada e ser preso, porque já havia sido preso e não queria voltar para aquele lugar.

O bolsonarista assegurou que não sabia da existência da bomba, diz ser evangélico desde de criancinha e passou a orar muito desde aquele dia.

Confira a publicação de Éboli: 

Ceará Notícia