Tremores de terra são registrados por três dias seguidos em Alcântaras e Meruóca.

 Tremores de terra são registrados por três dias seguidos em Alcântaras e Meruóca.
Digiqole ad

O município de Alcântaras, na região norte do Ceará, registrou tremores de terra por três dias seguidos — entre esta segunda-feira (27) e esta quarta (1º). O mais recente aconteceu no começo desta quarta, e foi sentido em outros municípios vizinhos, como Meruóca e Sobral.

O Laboratório Sismológico (Labsis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) informou que o tremor foi de magnitude 2.3mR, e foi sentido nas proximidades da Serra do Rosário, já no município de Sobral.

O abalo sísmico desta quarta-feira aconteceu por volta de 12h, quando a aposentada Tereza Vilani de Araújo preparava o almoço. “A gente fica assustada, com medo de repetir de novo, mais forte. Então, a gente fica só esperando”, disse.

Os tremores de terra na região são causados por uma falha geológica, que começa em Pedro Segundo, no Piauí, e vai até Acaraú, no Ceará. Apesar do susto, não há registro de prejuízos materiais causados em ambos os municípios.

O Labsis, porém, repassou informações sobre os tremores anteriores. Nesta terça-feira, foi registrado um tremor de terra pelas estações sismográficas na região do município de Alcântaras;

De acordo com a análise técnica, a magnitude preliminar deste evento foi calculada em 1.5 mR. O órgão disse ainda que não há informações sobre moradores que tenham ouvido ou sentido o tremor.

Já na segunda-feira, o tremor teve magnitude preliminar calculada em 2.0 mR — atividade sentida por diversas pessoas na Serra de Meruoca, que ocupa os municípios de Meruoca, Coreaú, Alcântaras, Massapê e Sobral.

Fonte: G1 Ce