Polícia Federal deflagra Operação para combater atos antidemocráticos no Ceará.

 Polícia Federal deflagra Operação para combater atos antidemocráticos no Ceará.
Digiqole ad

A Polícia Federal deflagrou a Operação Impávido Colosso, na manhã desta quinta-feira (30), com o objetivo de instruir Inquérito Policial que apura atos antidemocráticos no Ceará. 32 Mandados de Busca e Apreensão expedidos pela 12ª Vara da Justiça Federal estão sendo cumpridos em Fortaleza/CE (21), Maracanaú/CE (3), Itaitinga/CE (1), Caucaia/CE (1), Pacajus/CE (1), Tauá/CE (1), Brejo Santo/CE (1), Imperatriz/MA (2) e Condor/RS (1) . A operação conta com participação de 140 policiais federais e se desenvolve em parceria com o Ministério Público Federal.

Investigação

A investigação da PF apontou, com troca de informações com a PRF no Ceará, os líderes, financiadores e organizadores do apoio logístico de manifestação contra instituições democráticas ocorrida na BR-116, em Fortaleza/CE, entre os dias 31/10/2022 e 02/11/2022, bem como de manifestação posterior ocorrida na na Av. Alberto Nepomuceno, no centro de Fortaleza/CE.

As condutas dos investigados podem configurar o cometimento, em tese, dos crimes de Associação Criminosa e Incitação das Forças Armadas contra os poderes institucionais., com penas de até 3 anos de prisão, sem prejuízo da descoberta de outros crimes mais graves praticados a partir do material apreendido.

A operação policial é o desdobramento do braço cearense da operação permanente Lesa Pátria, que tem sido deflagrada em todo o país de forma contínua em defesa da democracia. O nome da operação remete a trecho do hino nacional. As investigações continuam para delimitação da autoria dos crimes, com análise do material apreendido e fluxo financeiro dos suspeitos.

Foi encontrada vasta documentação contábil, notebooks, celulares e armamento sem registro.

Com informação da PF