Ceará Sem Fome: pagamento de R$ 200 a famílias em vulnerabilidade começará no 1º semestre.

 Ceará Sem Fome: pagamento de R$ 200 a famílias em vulnerabilidade começará no 1º semestre.
Digiqole ad

O programa Ceará Sem Fome, sancionado pelo governador Elmano de Freitas (PT) no último dia 17, vai pagar cerca de R$ 200,00 a famílias em situação de vulnerabilidade sociail para combate à fome no Estado. O pagamento, que será feito por meio de um cartão, como acontece com o Mais Infância, no âmbito estadual, e o Bolsa Família, pelo governo federal, começará no primeiro semestre deste ano.

O Executivo estadual se reunirá nos próximos dias para definir a data do início do pagamento.
“A Assembleia [Legislativa] aprovou por unanimidade a campanha contra a fome, um investimento de mais de R$ 230 milhões para chegar na casa do nosso povo. Vamos licitar uma empresa para ter um cartão, e a pessoa vai receber o valor de mais de R$ 200 para poder comprar uma cesta básica para sua família e, com isso, diminuir seu sofrimento”, afirmou o governador após a sanção do projeto.
“Também vamos apoiar várias cozinhas [solidárias] que temos nas igrejas, nas associações, para que elas possam aumentar o seu trabalho, de fazer refeições e entregar nos bairros, na periferias, nas nossas grandes cidades”. O programa será liderado pela primeira-dama, Lia de Freitas, e terá execução conjunta das Secretarias de Proteção Social e Desenvolvimento Agrário.
Também foi sancionada na última semana projeto que cria o Plano Estadual de Redução das Filas de Cirurgias Eletivas, Exames Complementares e Consultas Especializadas, com investimento inicial de aproximadamente R$ 135 milhões. O governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), está convocando clínicas, hospitais-polo e outros equipamentos de saúde para realizar 28.976 procedimentos que não são urgentes.
Fonte: Opinião CE