Anvisa nega autorização para Ceará e outros estados importarem vacina Sputnik V

 Anvisa nega autorização para Ceará e outros estados importarem vacina Sputnik V
Digiqole ad

A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou autorização para importação da vacina russa Sputnik V por parte de estados. Com isso, o Ceará não poderá, neste momento, concluir a compra direta de 5,87 milhões de doses do imunizante russo. 

A decisão ocorreu em reunião nesta segunda-feira (26), a dois dias do fim do prazo estipulado pelo  Supremo Tribunal Federal (STF).  Todos os diretores votaram contra a autorização, seguindo pareceres das áreas técnicas e também o primeiro voto, do relator Alex Campos.
“Não há parecer ou documento compatível com documento técnico de análise descritivo por autoridades que concederam o registro definitivo da vacina”, defendeu o presidente do órgão, Antonio Barra Torres. Conforme ele, diversas tentativas foram feitas no sentido de conseguir estes documentos junto à autoridades russas.
Logo após, o governador Camilo Santana declarou nas redes sociais que recebeu a notícia com “decepção e estranheza”, já que outros países usam a vacina russa, e com eficácia demonstrada. De acordo com o chefe do Executivo Estadual, o próprio Comitê Científico do Nordeste se posicionou favorável ao uso da Sputnik V.

Diário do Nordeste