Polícia Federal do Piauí realiza operação de combate ao contrabando de cigarros
domingo, 22 de julho de 201822/7/2018
Parcialmente nublado
15º
15º
25º
Ashburn - VA
dólar R$ 3,77
euro R$ 4,43
Mega Byte
ESPORTES
Polícia Federal do Piauí realiza operação de combate ao contrabando de cigarros
operação de combate ao contrabando
Santa Quitéria Notícias Santa Quitéria - CE
Postada em 05/07/2018 ás 10h37
Polícia Federal do Piauí realiza operação de combate ao contrabando de cigarros


A Polícia Federal do Piauí deflagrou na manhã desta quinta-feira (5) a Operação Conexão Delta das Américas, para prender integrantes de duas quadrilhas especializadas no comércio ilegal de cigarros falsificados, contrabandeados ou irregularmente importados. Foram expedidos 26 mandados de busca e apreensão e 13 mandados de prisão preventiva e temporária expedidos pela comarca de Parnaíba, litoral do Piauí.





Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades piauienses de Parnaíba e Cocal e, no Ceará, em Sobral e Meruoca. Ainda não há informações sobre o total de presos. Os crimes aconteceram no Ceará, Piauí e Maranhão. Segundo a assessoria de comunicação da PF, a operação conta com 160 policiais federais dos estados do Maranhão, Ceará e Piauí, onde os crimes aconteceram.






Operação aconteceu em parceria com a Receita Federal.  (Foto: Divulgação/PF)Operação aconteceu em parceria com a Receita Federal. (Foto: Divulgação/PF)





Foram apreendidas em flagrante cargas de cigarro e armas de fogo. Também foi determinada a apreensão de veículos usados como meio de transporte das mercadorias ilícitas, indisponibilidade de bens imóveis e bloqueio de contas dos principais envolvidos no esquema. O cumprimento dos mandados foi realizado em parceria com a Receita Federal e com o 2º Batalhão da Polícia Militar, de Parnaíba.




O inquérito policial foi instaurado em novembro de 2016 e a investigação descobriu que duas organizações criminosas estruturadas e articuladas promoviam a distribuição e comercialização de cigarros falsificados, contrabandeados ou importados de forma clandestina.










 

Grandes cargas de cigarro foram apreendias.  (Foto: Divulgação/PF)Grandes cargas de cigarro foram apreendias. (Foto: Divulgação/PF)





Segundo a polícia, os crimes envolvidos são organização criminosa, contrabando, facilitação ao contrabando, sonegação de tributos, corrupção ativa e passiva, prevaricação, comercialização de produtos sabidamente adulterados nocivos à saúde e lavagem de dinheiro.






O nome da Operação foi inspirado na constatação de que os cigarros clandestinos negociados pelas organizações criminosas investigadas utilizam são distribuídos, preferencialmente, na região que compõe o Delta do Parnaíba.



FONTE: G1
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô: